Corretores: Na Crise, Não Pense Em Plano “B”.

Sempre que nos conformamos com o fato de que uma situação pode não dar certo, que as expectativas são inalcançáveis, que aquilo que desejamos é muito mais do que merecemos, que sempre que der errado teremos um plano “B”, passamos a abrir mão de tudo que sonhamos em pró de uma condição cada vez mais cômoda, dentro da nossa caixinha, em nossa “zona de conforto”.

O medo de perder passa a ser muito maior do que a vontade de ganhar.

E, pior, o plano “B” passa a servir como uma desculpa para não termos atingido nosso objetivo, como se a outra situação, menos favorável, também fizesse parte de nossos objetivos.

Por isso, meu caro, nunca tenha um plano “B”.

Tenha uma meta e a persiga independentemente dos obstáculos e percalços. Vá atrás de seus sonhos, lute, mate um leão por dia, engula sapos, absorva as pancadas mas permaneça no caminho. Lute. Não tenha medo de cair, pois no chão a única alternativa é levantar.

Não ter um plano B irá te oferecer algumas vantagens competitivas excepcionais:

1 – Você é forçado a seguir em frente com o seu plano, pois ele é tudo o que te resta. Não tem meio termo, não tem paliativo, não tem “em cima do muro”. É ganhar ou perder. Tudo ou nada. Vitória ou derrota.

2 – Você fica mais focado, uma vez que toda sua energia, criatividade e estratégia será dedicada apenas a um plano, sem distrações que poderiam consumir seu precioso tempo.

3 – Você se dedica mais pois sabe que seu empenho é essencial para que você atinja seu objetivo. Sem moleza! É vencer ou vencer.

4 – Você fica mais motivado a fazer acontecer. Chega de procrastinar, chega de “uma hora vou fazer”. Você vai tirar do papel e colocar em ação pois não tem outra alternativa a não ser seguir em frente com seu único plano.

5 – Você ganha o respeito, a admiração e até mesmo ajuda de outras pessoas ao seu redor, que irão ver sua coragem, sua determinação e serão inspiradas pela seu desejo de vencer e se tornarão importantes aliados.

Não ter um plano B é ter a certeza de que você não pode recuar, não pode perder, não pode desistir. É acreditar no seu potencial, é confiar em si mesmo como você nunca confiou. É se achar mesmo! É só olhar para frente. É lutar até conquistar.

Queime todos os planos B, C, D. Queime as opções paliativas. Queime todas as alternativas ou situações hipotéticas. Fique apenas com um plano, elabore-o com calma, gaste energia nele, foque nele e apenas nele, e quando estiver preparado, coloque-o em prática.

Só botando fogo no plano B que o plano A irá se tornar prioridade em sua vida, e isto fará toda a diferença para que você atinja seus objetivos com maior brevidade.

Em suma, queima tudo e vá à luta!

Proprietários Facilitam Aluguel Para Ocupar Imóveis Em Época De Baixa

Depois da recuperação registrada no mercado imobiliário no começo do ano, corretoras e donos de imóveis voltaram a ter dificuldades para encontrar inquilinos. Efeito da crise, quem mora de aluguel está mudando para casas com mensalidades menores ou tem voltado a viver com os pais ou parentes no intuito de economizar.

Marcio Lucas Vargas, corretor da MB5 Engenharia, afirma que 20% dos imóveis da empresa estão vazios por esse motivo. “Tivemos que baixar o valor do aluguel em quase 10%. Em imóveis mais em conta, tivemos que retirar exigências, como caução e fiador”, afirma.

Segundo ele, quem tem casas para alugar e não quer vê-las paradas têm que adotar posturas mais flexíveis para não perder dinheiro durante a recessão. “Não está fácil nem para comprar casas. As exigências estão maiores e o índice de inadimplência também”.

O militar da reserva Paulo Américo, 61 anos, tem três casas de aluguel na Vila Piratininga e, segundo ele, todas estão ocupadas. Recentemente ele perdeu um dos inquilinos, mas conseguiu outro em 20 dias justamente pelas facilidades e compreensões para com os clientes.

“A pessoa faz contrato comigo mesmo, sem imobiliária. A única condição é pagar um aluguel adiantado. Estou com um inquilino que perdeu emprego e ficou devendo dois alugueis. Agora ele já arrumou trabalho de novo e já está regularizando”, afirma.

Marta Recalde, presidente do Sindimóveis (Sindicato dos Corretores de Imóveis de Mato Grosso do Sul) afirma que a crise no setor começou ano passado como reflexo da taxa de desocupação.

“Existem realmente muitos imóveis para alugar, como tem muitos imóveis para vender. Isso é decorrente dessa crise que nós estamos vivendo, da falta de empregos. Quando estamos com a taxa de emprego reduzida, as pessoas tem mais condições de moradia, de uma qualidade de vida melhor. A retração nos alugueis decorre da economia”, afirma.

Segundo ela, por conta disso os donos de imóveis tendem a se adequar à realidade de mercado para não ficar com casas vazias. “Eles estão vindo para a realidade dos inquilinos”, conclui.

Preço do aluguel apresenta ligeira queda em maio

Segundo Pesquisa Mensal do Secovi-SP, o recuo no valor médio de locação na capital paulista foi de 0,10%

Mifano: ajuste proporciona aos inquilinos uma situação favorável de negociação

A Pesquisa de Locação Residencial, elaborada mensalmente pelo Secovi-SP, mostra que, em maio, o valor médio do aluguel residencial diminuiu 0,10% em relação ao mês anterior.

No acumulado de 12 meses, houve uma redução de 0,32%, contra 1,57% do IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado) verificado no mesmo período pela Fundação Getúlio Vargas.

Rolando Mifano, vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP, acredita que o resultado vem a corroborar a tendência que, ultimamente, vem se apresentando. “O ajuste e a recuperação dos valores médios de locação têm acontecido de forma paulatina, proporcionando para os inquilinos uma situação favorável de negociação”, avalia Mifano.

Os imóveis de 1 e 2 dormitórios apresentaram redução de 1,4% e 0,6%, respectivamente. Já as unidades de 3 quartos apresentaram preço 3,3% superior ao aluguel de abril.

Garantias e Índice de Velocidade de Locação (IVL)

O fiador foi o tipo de garantia mais utilizada pelos inquilinos, respondendo por 46,5% dos contratos de locação. O depósito de três meses de aluguel foi a segunda modalidade mais usada – cerca de 36,5% escolheram essa forma de garantia. O seguro-fiança foi a opção de 17% dos proprietários.

O IVL (Índice de Velocidade de Locação), que avalia o número de dias que se espera até a assinatura do contrato de aluguel, indicou que o período de ocupação foi de 17 a 44 dias. Os imóveis alugados mais rapidamente foram as casas e os sobrados: de 17 a 41 dias. Os apartamentos tiveram um ritmo de escoamento mais lento: de 25 a 51 dias.

Pinheiros

Mensalmente, a Pesquisa Locação Residencial do Secovi-SP analisa dados históricos dos valores negociados por bairros. Neste mês, a região analisada é Pinheiros. Os imóveis em bom estado de conservação, com vaga de garagem e contratados em maio registraram valor médio por metro quadrado de R$ 35,17 para unidades de 1 dormitório; R$ 33,00 para 2 dormitórios e de R$ 31,07 para 3 dormitórios.

Caixa suspende novamente crédito imobiliário da linha pró-cotista FGTS Banco interrompeu empréstimos por falta de recursos em maio e retomou operação após aporte de R$ 2,54 bilhões do Ministério das Cidades; orçamento para 2017 já foi usado.

Caixa Econômica Federalsuspendeu novamente os financiamentos imobiliários da linha pró-cotista FGTS. Essa linha utiliza recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para o financiamento da casa própria e cobra juros mais baixos de trabalhadores com carteira assinada.

A linha de crédito foi suspensa em maio por falta de recursos. Os empréstimos, no entanto, foram retomados dias depois, quando o Ministério das Cidades remanejou R$ 2,54 bilhões para a linha.

Esses recursos já foram contratados e, por isso, a linha foi novamente suspensa, de acordo com a Caixa Econômica.

“A Caixa Econômica Federal informa que estão suspensas as contratações de novas operações da linha de crédito Pró-Cotista – Recursos FGTS, em razão do comprometimento total do orçamento disponibilizado pelo Conselho Curador do FGTS para o exercício de 2017″, informou o banco em comunicado.

Caixa Econômica não tem mais recursos para emprestar na linha pró-cotista FGTS (Foto: Paula Resende/ G1)Caixa Econômica não tem mais recursos para emprestar na linha pró-cotista FGTS (Foto: Paula Resende/ G1)

Caixa Econômica não tem mais recursos para emprestar na linha pró-cotista FGTS (Foto: Paula Resende/ G1)

Financiamento mais barato

O pró-cotista é dirigido para a compra de imóveis novos ou usados de até R$ 950 mil nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, e R$ 800 mil nos demais estados. É a linha mais barata de crédito habitacional, com exceção do Minha Casa, Minha Vida.

Para se enquadrar na modalidade pró-cotista, os interessados devem comprovar, no mínimo 36 meses de trabalho sob o regime do FGTS (não necessariamente seguidos), não podem ter imóvel no município (ou região metropolitana) onde moram ou onde trabalham, nem financiamento no SFH em qualquer parte do país.

Saque do FGTS

Em maio, quando fez a primeira interrupção da linha de crédito, a Caixa Econômica negou que a suspensão estivesse relacionada aos saques do FGTS inativo, que foram liberados entre março e julho deste ano. A estimativa do governo é que cerca de R$ 40 bilhões sejam sacados do fundo.

Veja Como Comprovar Renda Para Obtenção De Crédito Imobiliário

Saiba que documentos entregar de acordo com a sua categoria profissional ou fonte de renda

Entre as exigências pedidas pelos bancos quando um cliente pede um empréstimo e financiamento está o comprovante de renda. Sem ele, a instituição não tem nenhuma garantia de que o cliente é capaz de arcar com a parcela mensal cobrada, e o negócio se torna mais arriscado, além de as suas chances de ocorrer serem reduzidas.

Comprovar renda é fácil, mas os passos são diferentes para trabalhadores assalariados, autônomos, aposentados e pensionistas. No geral, no entanto, comprovantes de pagamento como contra-cheques e notas fiscais dão conta do recado, assim como uma cópia da última declaração do Imposto de Renda. Confira os comprovantes de renda que os membros de cada categoria devem apresentar.

Trabalhadores assalariados – Quem trabalha com carteira assinada e tem renda fixa deve levar a Carteira de Trabalho, cópia dos últimos três holerites e da declaração do Imposto de Renda.

Os trabalhadores horistas e com salário variável, cuja renda é mais flutuante, devem abranger um período maior na hora de comprovar renda. Por isso, muitas vezes se pede que levem os holerites dos últimos seis meses, além da declaração do IR.

Aposentados e pensionistas – Esse grupo deve apresentar os últimos três comprovantes de pagamento do benefício, além da declaração do Imposto de Renda e uma declaração do órgão previdenciário.

Trabalhadores autônomos  e profissionais liberais – Quem trabalha por conta precisa apresentar uma cópia do contrato de prestação de serviço, onde vem especificado o valor do pagamento mensal, além do documento do IR. O RPA (Recibo de Pagamento de Autônomo) e o DECORE (Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos) também podem ajudar no processo de comprovação de renda, oferecendo mais subsídios ao trabalhador.

O DECORE é um dos principais comprovantes de renda para autônomos e profissionais liberais. Taxistas, caminhoneiros, dentistas e advogados comprovam renda a partir dessa declaração, que pode ser obtida com o contador da empresa aberta no nome do trabalhador. Notas de compras, pagamentos, recibos, extratos de banco e outros tipos de contas são reunidas, o contador elabora um Livro Caixa e, com ele, emite o DECORE.

Trabalhadores rurais – Trabalhadores rurais podem reunir a declaração do Imposto de Renda, a declaração de um sindicato, cooperativa ou associação e o DECORE.

Rentistas – Quem vive de aluguéis ou outros investimentos também tem como comprovar renda. Nesse caso, o Imposto de Renda é obrigatório. Dependendo do investimento, podem ser apresentados o DECORE ou um extrato de aplicações financeiras. Rendimentos de aplicações financeiras, por exemplo, como fundos, podem ser comprovado através de um extrato. Já rendimentos de distribuição de lucros de empresas é comprovado pelo DECORE.

Buscando financiamento imobiliário? A Melhortaxa compara as taxas das maiores instituições financeiras do país e indica a melhor opção de financiamento para seu perfil financeiro, sem cobrar nada por isso. Faça já uma simulação!

Corretor: Você Sabe Como Integrar Os Imóveis No OLX E WhatsApp?

Não é preciso ser nenhum gênio para concluir que a internet potencializa o alcance com que as ideias chegam a determinado público. As redes sociais e os portais especializados, por exemplo, mudaram a forma como nos relacionamos e impactaram positivamente a forma como fazemos negócio.

Portanto, o corretor deve manter uma presença ativa na rede para ter uma comunicação mais abrangente com potenciais clientes e, assim, alavancar as negociações e comercialização de imóveis. Principalmente no celular, pois seu cliente o utiliza com grande frequencia.

Hoje em dia é possível integrar sites imobiliários aos portais de busca e classificados de imóveis mais acessados do país. Esses portais são uma solução simples para compra, venda, discussão, organização e contato com pessoas de várias localidades.

O Poder Do OLX No Cenário Nacional

Em linhas gerais, o OLX é um site de classificados. Na plataforma, existem anúncios dos mais variados produtos. Mas quando o assunto é imóveis, há em torno de dois milhões de anúncios de todo o Brasil. Neste mercado, o OLX é líder em pageviews, com 31% do total de páginas vistas entre os sites do segmento imobiliário no Brasil.

Nesse sentido, você não pode desperdiçar essa grande oportunidade! O OLX deve funcionar como (mais uma) vitrine para seus imóveis, além de ser uma porta de entrada para clientes em potencial conhecerem o seu site e seus negócios.

Utilize Plataformas Integradoras E Parceiras Do OLX

Com a integração dos imóveis, você se faz presente em qualquer lugar, ampliando a divulgação dos seus imóveis.

Quer uma boa notícias? Se você cadastrar o imóvel no ville imob, é possível, automaticamente, integrar os imóveis no OLX. Em outras palavras, você não precisa ter o trabalho de recadastrar o imóvel na plataforma.

O processo é feito com base no cadastro já existente, que passa todos os dados para o portal da OLX de forma simples e descomplicada. Lembrando que os anúncios via integração no OLX são pagos, contudo deve-se ter uma plano contratado, chamado de plano Premium.

Plataforma ERP ville Imob

WhatsApp Também É Poderoso, Confira Em Detalhes

Com mais de um bilhão de usuários no mundo, o WhatsApp é indispensável para o corretor de imóveis. Isso porque o seu cliente também usa a ferramenta para se comunicar, uma vez que, segundo a pesquisa do Ibope, 93% dos brasileiros que têm acesso à internet utilizam o aplicativo de troca de mensagens.

Aqui, não tenha a ideia fixa de apenas vender. Antes disso, é preciso se relacionar, se mostrar presente e estar sempre conectado. Assim, você consegue responder as dúvidas de seus clientes praticamente em tempo real e, aos poucos, acaba conquistando a confiança do seu público.

Gerencie seus contatos com um único número de celular e peça permissão para se comunicar com o cliente. Envie dados relevantes, como mais informações sobre o bairro, a forma de financiamento, novas oportunidades de negócio, etc.

Dicas De WhatsApp Marketing Para Você, Simples E Fácil

Com o recurso “lista de transmissão”, é possível enviar mensagens de texto, fotos, links, vídeos etc, para mais de 256 contatos no WhatsApp. Mas isso só funciona se o seu número estiver salvo no aparelho do receptor da mensagem. Por isso, é importante manter um relacionamento com cada um dos seus potenciais clientes. Veja mais dicas de whatsApp marketing nesse outro post.

E aqui o grande destaque: o cadastro do seu imóvel na plataforma ville imob pode ser compartilhado pelo WhatsApp, que é uma importante ferramenta para divulgação. A página de buscas de imóveis do ville imob visualizada na versão mobile é capacitada para ser compartilhada.

Ao clicar em um anúncio específico, você pode compartilhar o link pelo WhatsApp para todos os seus contatos.

Aproveite essas dicas para impulsionar seus negócios. Boas vendas!